Cadastro

Horários dos Cultos

  • Seg a Sex: Oração - 7 a 8hs
  • Segunda: Núcleos Familiares
  • Quarta: Quarta da Benção - 20hs
  • Quinta: Desperta Débora - 15hs
  • Sexta: Seminário - 19h30m
  • Sábado: União Jovem - 19h
  • Domingo: EBD - 8h30m

Culto da Família - 18h 

 

Batista Ebenézer

Tentação PDF Imprimir E-mail
Sáb, 01 de Outubro de 2011 13:23

tentacao

 

 

Quando chegou àquele lugar, disse-lhes: Orai, para que não entreis em tentação. (Lucas 22: 40)


Quebra-gelo: Qual é a sua maior alegria? E dor? E desafio?


INTRODUÇÃO.

 

Diariamente somos bombardeados por inúmeras influencias. Grande parte delas, apesar de aparentar algo bom, podem nos levar a caminhos maus. A este tipo de influencia a bíblia chama de tentação. As tentações não são pecados, mas um convite para cometê-los. A escolha é toda sua.

 

COMENTÁRIOS.

 

Como ela ocorre:

 

  • Atrair a atenção; despertar um desejo pecaminoso; convite para cometer o pecado. (Gênesis 3: 1-6).

  • A sua fonte são os desejos do nosso próprio coração. (Tiago 1: 13-15).

  • É possível vencer os desejos pecaminosos. (I Coríntios 10: 13).

  • A tentação é vencida através da palavra e da ajuda do Senhor Jesus. (Mateus 4: 1-11; Hebreus 2: 18).

 

PERGUNTAS.

 

  1. Quem é responsável pelos pecados que cometemos?

  2. De que forma vencemos as tentações?

  3. O que você pensa ser a principal causa das nossas tentações?

 

CONCLUSÃO E APLICAÇÃO.

 

A tentação pode mostrar o pecado como algo atraente, mas não devemos dar ouvidos a ela. Precisamos recusar os argumentos da tentação, a cada momento, você deverá lembrar que é possível vencer a tentação. Não se esqueça de orar.